Tempos de Copa do Mundo

Nesse Período de Copa do Mundo de Futebol o Saci Urbano em meio a suas andanças por essas cidades urbanas percebeu o quanto o povo brasileiro, que se diz “brasileiro”, é facilmente condicionado a obedecer e agir conforme a dança que a grande mídia os impõe.

 

Moda da Copa

“Senhoras e senhores consumistas de todo o Brasil”,

É hora de comprar e vestir as camisetas e os blusões do Time CBF, com cores verde e amarelo.

Façam filas nos supermercados e comprem todos os produtos desnecessários que fazem referência ao “Brasil Hexa”.

Em cada jogo do time CBF preparem seus kits de entorpecentes alcoólicos e façam um carnaval fora de época.

Comprem fogos de artífices para estourarem em cada gol feito pelo time CBF e que não consigamos vir nenhum cachorro na rua.

Se o time CBF ganhar o jogo taí mais um motivo para as senhoras e os senhores estenderem a balada até o início da madrugada.

Esqueçam os problemas:  desigualdade, corrupção e a má educação no ensino público; a má saúde pública e  a violência, a impunidade parlamentar e etc…

Neste período é tempos de torcer, vibrar, se emocionar, consumir, gastar dinheiro com bobagens e tirar uma folguinha no trabalho para se sentirem [quase livres], pois não faltem com o compromisso de assistir os jogos do time CBF pelos novos aparelhos de TV, recentemente adquiridos;

Comprem os produtos da Copa: Bandeirolas, camisetas, Fitas e faixas de cor amarelo e verde, cáu e pigmentos dessas mesmas cores.

Enfeitem suas ruas, calçadas, postes e as fachadas de suas casas, para participarem  da brincadeira e cantarem todos juntos –  “Eu… Sou Brasileiro”… Com muito orgulho… Com muito amor… Oôooo…

E então assistimos o Time CBF composto por jogadores de maioria brasileiros-estrangeiros, que foram mimados pelo capitalismo, agredir moralmente um time de um país vizinho como Chile e em seguida perder a Copa para um time de um país Dominador como a Holanda.

O Time CBF representante do país Brasil perdeu a partida de futebol. Foi desclassificado. Acabou.

Senhoras e senhores… Agora esqueçam tudo… Parem, parem… Joguem todas essas bugigangas de cores amarelo e verde fora e voltem a vida normal.

Continuem sendo “Civis Colonizados”, pois agora não temos mais motivos para torcer pelo time CBF e lembrar que somos “brasileiros”.

Com certeza os “Sacis Urbanos” e seus amigos folclóricos, a Fauna e a Flora, e os povos indígenas foram desde sempre assiduamente brasileiros (amantes e orgulhosos do lugar onde vivem) antes, quando t[T]erras livres, (desconhecida entre as Américas) e depois, quando invadidas por homens que me deixaram com este “Vaz” no meu sobrenome.

Sacis Urbanos para 2010

 

Como podemos visualizar na foto acima, a legitima intervenção feita pelo Saci Urbano, digna de seus atrevimentos-travessos como forma de participação social, mesmo que feita simbolicamente, que logo se torna real e verdade, pois a mensagem interada nos outdoors, localizados no município de Mauá, sem dúvida, expressa a informação de suas aparições nessa cidade.

 Então reforçamos aqui a mensagem: “2009 O RESULTADO JÁ APARECEU. 2010 VAI SER MUITO MELHOR”.

 E vai ser mesmo, não necessariamente apenas na cidade que aqui fora citada, inclusiva será em muitas outras desse grande país, que eu conheço como o Brasil de negros, brancos e índigenas. Portanto, de fato: a “mestiçagem” toma conta. Viva a diversidade!